terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Desejos para um novo ano que se anuncia...

Afinal, o que queremos da vida senão vive-la com o que ela tem de melhor?
Viagens intercontinentais, cartões de créditos "no limits", sapatos carésimos, roupas ídem edição limitada, pencas de livros que só fazem entupir uma estante(putz!), uma lipo por ano + botox +etc,  um homem ou uma mulher que seja a exata cota de seus sonhos com zero de defeito, sexo todos os dias e noites, vida social frenética, comer em restaurantes onde só na entradinha tem que "arriar 60 paus de malote" e, de quebra, uns dez amigos importantes que façam "acontecer" seus projetos...e isso, só p'ra começar...que bosta!
Nãããão! Eu não sou comunista, nem religiosa renunciante dos prazeres mundanos, mas o excesso me deixa nauseada. De  verdade. Acho que a gente (bicho da raça humana) 'tá mesmo perdendo a noção do que é ser feliz. Claro que quero poder fazer uma viagem maneira com filha e tudo que tenho direito, me alimentar, calçar e vestir bem, LER todos os livros que me abrem o apetite(estamos repletos de sebos e bibliotecas espalhados pela cidade), quem sabe um dia escrever um livro (já plantei uma jabuticabeira e fiz a Letícia, essa segunda parte tão boa que dá vontade de um dia repetir a dose...), ser feliz no amor, perder mais uns quilos e me sentir "fodona" na frente do espelho, 'tá, 'tá, tudo isso creio ser razoável, nem estou aqui para cagar regras...mas me assusta assim o atual sistema de crenças do senso comum do que é ser feliz.
Sei que ninguém me perguntou nada, mas vai que alguém se identifica, vai saber...vou contar mais um pouco do que desejo, e sei direitinho que não dá p'ra mim, por razões diversas, p'ra esperar pela próxima passagem do papai Noel por aqui...
Sou bem comunzinha mesmo; o prosaico, o bobo, o simples, o belo...me inundam de ternura e vontade de viver mais e mais. Desejo sinceramente não perder a capacidade de me comover. Nunca, haja o que houver...quero mesmo acreditar que enquanto eu não puder realizar um ou dois sonhos megalomanos e ,por enquanto, secretos, pode ser bom estar onde estou...nessa singela morada da zona norte carioca onde o cheiro de feijão da minha síndica mala invade meu olfato quase todas as manhãs...'tá vendo? Todo mundo tem algo bom p'ra dar, até minha síndica mala. Quero conservar o prazer de bater perna no Saara em busca de pequenos e (in)úteis tesouros...quero acordar as terças e ler a coluna do Arnaldo no segundo caderno, digam o que disser, o cara tem seu valor...quero dar banho em minhas cachorras e ve-las lindas e cheirosas mesmo saindo toda arranhada dessa missão...quero ver minha filha aprendendo a tocar violão com o Alan Sommer (I  love him :)  )...e ve-la deslizar pela sala com seus sintecos sequelados em cima de seus novos patins enquanto não pinta uma grana legal p'ra trocar o piso...rs...quero ainda sorrir no espelho quando escovar os dentes e continuar gostando mais e mais do que vejo, da alma a pele...e perder horas me arrumando só por saber que meu amor está quase chegando...quero as sessões baratinhas do Iguatemi (10 reais inteira!) onde consigo assistir quase tudo que quero quando minha carteira começa a dar sinais de falência no fim do mês...ah, confesso, quero continuar comprando uns trezentos gramas de pastrami bem fininho lá no Talho Capixaba uma vez por semana(Leblon, vale a pena) só p'ra montar umas saladinhas gostosas...quero fazer "nada" ao lado dos que amo, isso é bárbaro...vou até começar a malhar sério...hahahhahaha, 'tô rindo de nervoso, pois isso é sério mesmo...quero entrar de novo naquela calça jeans velhona da fórum(investi por gostar do corte, mulheres...) que comprei em 6x com meu cartãozinho pobrex há anos...rs...mas quer saber? Nunca me senti tão rica! Transbordada de alegria e esperança, apaixonada como nunca em várias áreas de minha vida, até romanticamente(um luxo!), e acreditando mesmo que existir é belo.
Puxa, e eu que comecei esse dedinho de prosa meio que condenando excessos...a alegria é mesmo uma coisa indecente...foi mal!
Feliz 2011 para todos, com desejos realizados, loucos ou não, afinal, o que é normal???
Beijos,

Claudia
http://www.youtube.com/watch?v=aaeRGCyxtMk&feature=related

4 comentários: