terça-feira, 15 de novembro de 2011

18.

arquivo pessoal

Aos dezoito anos ela se encantou
fez-se menina morta de Amor.
Passados dezoito(s), se apaixonou
Mulher morta de Amor
Também desencantou...
Por dezoito mil vezes
Se reinventou
Mas seguiu morta e viva de Amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário