sábado, 26 de novembro de 2011

Aquela Rua.

imagem colhida no google



Ela não faz mais sentido. 
Ficaram as flores do quiosque
A guarita
A lembrança
Um copo vazio de coca-cola
E no fim, a desesperança...


(menina, segue seu rumo de descaminhos!)


Faz da cinza seu barro. 
Faz morada em sua alma
Não espera o Amor
Pra seguir viva
Guarda seu calor


(a vida não vem embrulhada em rosas fitas...)


arquivo pessoal





Nenhum comentário:

Postar um comentário