domingo, 19 de fevereiro de 2012

Ah, fantasia...

arquivo pessoal

O que gosto da fantasia
é a possibilidade de brincar "de mim"              
sem perder o meu "Norte"
posso ser Fada ou Arlequim
despida das antigas dores
me permito às diversas cores
desabo em poesia
imagino amores
relembro saudades
acordo inteira, rosto borrado...
e gosto!!!
Eu sou de verdade
Com ou sem flores.


Um comentário:

  1. Parabéns, menina! Belo o seu trabalho de poesia. Comprei seu livrinho esses dias vi que você escreve um monte de coisas. Não vejo muito disso no Sul por parte dos autores, sou de Florianópolis. Sucesso!

    ResponderExcluir