segunda-feira, 9 de abril de 2012

Amante onírico.

arquivo pessoal
Toda noite ele aparecia. Às vezes lhe fazia uma carícia suave entre as coxas muito brancas, ia subindo, beijava de leve seus cílios longos e escuros. Também brincava com seus pés tão pequenos. Ela mantinha seus olhos bem fechados, já entendera as regras, enquanto avançavam os carinhos. Tudo nele era bom: o cheiro, o peso preciso das mãos vasculhadoras dos cantos d'ela, o hálito de damasco e uma cosquinha provocada pelo contato daquele cabelo tão cacheado e macio. Não raro, uma barba por fazer. Em algumas noites, em seu ouvido, eram sussurradas palavras doces e num tom tão baixo que ela não conseguia entender o que era dito. Isso não importava. Ela adiava tanto quanto possível o momento de abrir os olhos. Sob pena de enfim acordar e ele dissolver-se...talvez nunca viria a conhecer seu rosto.

Canção dos musicais da Atlântida - Nina Ximenes (voz), Marco Bernardo (voz, teclado e arranjo), Wagner Amorosino (escaleta) - Gravação "ao vivo": maio de 2010, Estúdio Arsis:
http://soundcloud.com/wagneramorosino/do-re-mi-fernando-c-sar

4 comentários: