sexta-feira, 29 de junho de 2012

Para quem não aguenta mais ouvir falar de amor.

outro achado...




Para que falar de amor?
Tanto assunto por aí...
saúde pública que não dá conta,
plano de saúde que não atende demanda;
e ainda vai ter correção, acima do índice de inflação...
em agosto preparem seus bolsos...
7,93 não há de dar tanto desgosto...
Tanto assunto por aí...
antidepressivos de última geração,
pra fazer funcionar melhor.
Cervejinha bem barata,
podia ser bem pior...
mendigos largados em esquinas,
em cobertores rotos
nos fazem valorizar nossos edredons tão fofos...
e até para o sopão, tem prefeito a dizer não!
Para que falar de amor?
Esse não enche barriga.
Se liga na oferta de carne
do mercadinho da esquina.
Filé mignon, "só dezoito reais o quilo"
E para os vegetarianos,
orgânicos de todo tipo ($$$)!
Para que falar de amor?
Hoje é sexta, tem festa pela cidade.
"lista amiga($$$)", muita música, alegria por toda parte...
Hoje é dia de bom rango...
Tem Dunga quase no Mengo, tem coisa acontecendo...
Talvez o Sampaoli com passes em passos de tango.
Coisa de suma importância
pra quem não tem barriga doendo(?)...
Para que falar de amor?
Tem UPP garantindo a boa paz na favela!
Pra que esquentar a cabeça?
Por tanto canto tem festa.
Tem reality na fazenda
Shayene eliminada
Mas não há de ser nada,
talvez ela pose pelada($$$?).
Tem maldade de Carminha,
tem a doce vingança de Nina
lá na Av. Brasil.
Tem romance de jornaleiro...
para que falar desse tal, hoje tão obsoleto?
lá no mercadão, "o menor preço total"...
para levantar a moral.
na farmácia popular, vai ter mais medicamento...
podemos adoecer em paz...
Sob esse céu tão anil,
Meu caro Amor, não te sobra espaço...
Para que falar de amor?
Esse nem quer dar as caras...
fugiu com três peças de roupa
para a puta que o pariu!
(como um meliante a tirar a ordem...)

Dizem por aí que pode ser visto preso em telas de cinema, um sem fim de poemas, livros e revistas...talvez nas lembranças dos mais sensíveis...mas para que falar de amor? Ele não quer ser morto...

Nenhum comentário:

Postar um comentário