sexta-feira, 27 de julho de 2012

Oito versos livres ao infinito.

arquivo pessoal


...algo de claro
um tanto de escuro
Manhã tecida em calor
Noite, frio absurdo
queria doces em meu palato
todo feito de mar 

cristais que brotam dos olhos
salpicam meu lindo manjar...


Luna- Astor Piazzola



Nenhum comentário:

Postar um comentário