quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

E tudo vira história.

fotografia e interferência: Claudia Tonelli

Tem uns passados bonitos que a gente visita em lembrança, feito fotografia.
Mas esse tal Tempo vai deixando amarelo, e um tanto de Alma vazia.
Olhamos como filme aquelas cenas onde éramos protagonistas.
E tanto Amor se sentia. Tempo lava tudo.
Lava até a história, que acaba virando historinha
Guardada na estante da mente, enquanto a Vida caminha.
Estranhamos nossas vivências. Não somos mais os mesmos.
Não nos reconhecemos naquela mesa. Pois que todo dia morremos.
Pois que todo dia matamos, esse tal amor, tão bobo e obsoleto.

(Seríamos mesmo nós naquela velha mesa de mármore?)


por Claudia Tonelli




Nenhum comentário:

Postar um comentário