quinta-feira, 30 de maio de 2013

Rota 2

Sapatos rotos
Nas rotas solos
Solas em viva carne
O olho sorrindo a cada dobra
O aceno da mão à aquela que parte
Do destino (destino?),
De teimosia ou vício.
O bolo solado, o precipício. 
O bolo solado, do fim ao início. 
Um gosto bom grudado no céu
da boca.
Alecrim entre os dedos.

(Claudia C. Tonelli)

Nenhum comentário:

Postar um comentário