terça-feira, 22 de abril de 2014

Letícia, meu Amor de Sempre e seu Amor à Música.

arquivo pessoal


















10 meses. Ela tinha um pianinho e uma boneca de cabelos vermelhos como seus brinquedos prediletos. Nunca olhava para as lentes, muito raro. Era aquele tempo onde o horizonte era sempre a mãe (eu). Um dia ela experimentou ser uma moça de cabelos vermelhos e colecionar uma bela playlist repleta com acordes de instrumentos vários (dos cabelos, enjoou rápido, da música, nunca enjoará!). Seus horizontes ampliam, dia a dia. Quando falo que sou colo vitalício, não falo em cárcere, mas em porto seguro, em lugar para onde poder voltar, sempre, em qualquer tempo da vida. Ela cresce para além de medidas e meus olhos transbordam em admiração e gratidão. Também seus cabelos e passos descobrirão cores nunca antes sonhadas. É só o começo. Estamos juntas. Vamos aproveitar! (E estarei sempre "aqui".)


arquivo pessoal



quinta-feira, 17 de abril de 2014

Verdes verdes.

arquivo pessoal, nesta noite
arrastei mesas.
passei batom vermelho
tudo isto para o Arco da janela
e seus verdes
(farta da namorar paredes)
meus olhos carecem deleites